quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Se você vir(A)mar


“Em silêncio nos olhávamos por cinco, dez minutos, ela com as mãos na altura dos quadris, agarrando,torcendo a própria saia.E corava pouco à pouco até ficar bem vermelha, como se em dez minutos passasse por seu rosto uma tarde de sol.A um palmo de distância dela, eu era o maior homem do mundo, eu era o Sol"


Chico Buarque (Leite Derramado)

6 comentários:

Luanne de Cássia disse...

lindo e puro, encantador :D

Mikaele Tavares disse...

Nossa...Que lindo...
Ele o sol dela *-*

mh_sa disse...

Lindo....

Sílvia disse...

tão verdade... um olhar que aquece mais que uma tarde de verão :)

Denise Portes disse...

Já sou sua seguidora há algum tempo.Adoro seu blog, gostaria que você fosse conhecer o meu: www.odeliriodabruxa.blogspot.com
Um beijo
Denise

evandro mezadri disse...

Belíssimas palavras, muito bom.
É um texto do Chico Buarque?
Grande abraço e sucesso!