quarta-feira, 18 de novembro de 2009

"no entanto eu gostava mesmo era de partir..."


"(...) é preciso partir
é preciso chegar
é preciso partir
é preciso chegar...


Ah, como esta vida é urgente!... no entanto
eu gostava mesmo era de partir...
e - até hoje - quando acaso embarco
para alguma parte
acomodo-me no meu lugar
fecho os olhos e sonho:
viajar, viajar
mas para parte nenhuma...
viajar indefinidamente...
como uma nave espacial perdida entre as estrelas."


Mário Quintana

5 comentários:

Only_Dark disse...

Gostei do blog!

Bjo,
Bianca.

ONG ALERTA disse...

Partir para um dia poder voltar, sabe lá aonde...paz

Uma Menina... disse...

adorei seu blog!:)

Patrícia Lara disse...

Olá!

Belíssimo poema! E a imagem casou muito bem com a proposta... perfeito!

Um abraço,
Patrícia Lara

Kauana da Costa Rosa disse...

as vezes eh o melhor remedio... partir... msm q seje para voltar um dia...