sexta-feira, 2 de outubro de 2009

"Fases de andar escondida, fases de vir para a rua... "


"Tenho fases, como a lua.
Fases de andar escondida,
fases de vir para a rua...
Perdição da minha vida!
Perdição da vida minha!
Tenho fases de ser tua,
tenho outras de ser sozinha."

Cecília Meireles

6 comentários:

Mirela disse...

Amigaaa.. somos de fase... sagitarianas natas... Um dia amor e outra nem tanto.. kkkkk

Paty disse...

Fê!

Que ótimo, pensei que você não tivesse gostado muiiiito da minha intromissão. HAHAHA

Infelizmente não escrevo perfeitamente bem, mas tenho pavor-pânico-terror quando escrevem. É uma mania muito chata às vezes.

E eu bem sei como são essas coisas, mas é um absurdo, né? Quem trabalha com a palavra tem OBRIGAÇÃO de saber.

Seu blog é ternurinha total, tá nos que acompanho. Sempre sempre venho ler 'a sorte do dia' aqui. O meu é boca suja total, mas obrigada.


Beijocas

disse...

Paty!

Obrigada pelo elogio, o seu 'boca suja', como você diz, também é muito bom. Sobre os erros que a gente vê por aí, concordo plenamente com você, também me deixam irritada. Precisamos ficar atentos! Volte sempre, tá...

Miiiiiiiii!

Que delícia ver você aquii :) o duro é que é verdade, somos de lua TOTAL! rs

Janaína disse...

Esse poema da cecilia é o meu favorito..
tenho fases..
amei o blog, amei os textos!
parabens!

Paty disse...

:P

Ana Carla Martins disse...

Fascina-me esse poema da Cecília Meireles. Somos todos frutos do tempo, metamorfosiamo-nos de acordo com cada situação.

Bjos carinhosos!