sexta-feira, 24 de abril de 2009

Um "estranho" encantador eu diria!


“O escritor é uma das criaturas mais neuróticas que existem: ele não sabe viver ao vivo, ele vive através de reflexos, espelhos, imagens, palavras. O não-real, o não-palpável. (...) Eu não sou o que escrevo ou sim, mas de muitos jeitos. Alguns estranhos”
Caio (no texto e na foto)

Nenhum comentário: