terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

"O outro que há em mim é você"


"Em mim
eu vejo o outro
e outro
e outro
enfim dezenas
trens passando
vagões cheios de gente
centenas

o outro
que há em mim
é você
você
e você

assim como
eu estou em você
eu estou nele
em nós
e só quando
estamos em nós
estamos em paz
mesmo que estejamos a sós"


Paulo Leminski

8 comentários:

Andressa disse...

Lembrou-me Agostinho: precisamos uns dos outros para sermos nós mesmos.

Andressa disse...

Dupla personalidade dentro de mim: eu e meu amor.

Andressa disse...

A dor de cabeça, as mãos trêmulas, a falta de ar, trinta e dois taquicardias por segundo, os pés inquietos, a insônia e os outros casos relatados ao corpo, assim como o outro que há em mim, é tudo amor.

JasonJr. disse...

e a linha imaginária do élo entre o ser se transforma numa linha desenhando o infinito.

Angélica Lins disse...

Tão lindooo! Tão ternooo!

Beijo

Lúu Almeida disse...

Há gente pra chamar de nós, seja um, dois ou milhares. Adorei!

Flores!

Curiosa disse...

realmente lindo delírio do Leminski ... bela escolha .. um abraço para você, Fê ...

Nyna disse...

Olaaa florzinha! lindo seu blog!
seguindo vc ! me segue tbm?!
stilo-pink.blogspot.com