segunda-feira, 12 de abril de 2010

"Quero a vida simples"


"Quero a vida simples
Sem luz, Sem cor, Sem voz
Quero o silêncio da madrugada insône
Quero as histórias do Geraldinho em cassete
Quero a vida passando lentamente
Como ainda ontem passava
Quero aos poucos
Quase nada
Quero fugir do tiú
Quero a risada aberta
Quero chegar sem pressa
Mesmo que em trôpegos passos
Quero jabuticaba doce, colhida no pé
E depois quase noite, entre beijos e café
Quero os segredos inconfessáveis
E na pele sentir tudo de novo
O frio, o medo e o beijo"

Adriel Gennaro

6 comentários:

Angélica Lins disse...

Lindíssimo!
:)

Mali Melo disse...

a beleza dos detalhes... que lindo *-*

Flávia disse...

Eu também quero!!!

cantinho she disse...

Olá, olá!
Que lindo! Adorei!
Bjks!

Mulher de Fases disse...

Delícia!Sensações sem igual...

Mikaele Tavares disse...

Lindo!
Tbm quero que minha vida seja um pouco assim.
Beijos