sábado, 20 de março de 2010

Das descobertas que tornam-se paixões!


"Em uma outra vida que tive, aos 15 anos, entrei numa livraria, que me pareceu o mundo que gostaria de morar. De repente, um dos livros que abri continha frases tão diferentes que fiquei lendo, presa, ali mesmo. Emocionada, eu pensava: mas esse livro sou eu!"


Clarice Lispector

7 comentários:

Pérola disse...

Nós somos autores de nossa própria história.
E quando mais me descubro,mais eu me apaixono por mim...
Ainda ñ publiquei meu livro espero q nem eu o publique tão cedo,ainda tenho muito o q escrever rs.
beijokas.

Mulher de Fases disse...

Ficava sempre presa aos livroas das bibliotecas, no colégio perdia o recreio inteiro folheando enciclopédias.
Até hj quando entro em uma biblioteca o cheiro dos livros me fascina...livros usados tem um aroma dlicioso!
Tb adoro livrarias.Os livros novos tb tem seu charme...
Bjs

Wanderley Elian Lima disse...

Realmente tem hora que nos identificamos tanto que um livro , que parece que foi escrito para nós.
Beijos

VASCODAGAMA disse...

JAMAIS DEIXE DE LER....
NOS ENSINA A VIVER....

VOU VOLTAR
BEIJO

Mali Melo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Mali Melo disse...

me identifiquei MUITO! :D
bjs :*

Josi disse...

Poxa, que bonito isso,que profundo... quem nunca teve essa sensação ao ler um livro,né? Através da leitura podemos ser o que quisermos ser! Perfeito.
Vou virar seguidora, tiete.
Beijos