terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

“Meus versos são meu sonho dado”


“Viajar? Para viajar basta existir. Vou de dia para dia, como de estação para estação, no comboio do meu corpo, ou do meu destino, debruçado sobre as ruas e as praças, sobre os gestos e os rostos, sempre iguais e sempre diferentes, como, afinal, as paisagens são.
(...)
É em nós que as paisagens tem paisagem. Por isso, se as imagino, as crio; se as crio, são; se são, vejo-as como ás outras. A vida é o que fazemos dela. As viagens são os viajantes. O que vemos, não é o que vemos, senão o que somos.”


Fernando Pessoa


Foto: Fernanda Gaona
(Sacre Couer, Paris)

5 comentários:

Pérola disse...

Por isso, se as imagino, as crio; se as crio, são; se são, vejo-as como ás outras.Esse pedaço tem muito há ver com minha postagem.
A gente sonha e inventa realidades e daí? Tudo é possível amiga.
Uma linda tarde.
beijo eternos.

Joakim Antonio disse...

Fernando Pessoa conhecia mais que a casca vazia de uma vida vã, ele sabia mais do que os olhos podem ver.

Que você continue criando bons momentos, para quem viaja por aqui!

Beijos e uma Boa Noite!

Lua disse...

Adorei!

Charlotte Baker disse...

Já tomou o seu sossega-leoa hoje?

manualdaleoamoderna.blogspot.com

Mikaele Tavares disse...

Cada um faz a viagem que deseja porque para isso aconteça basta estar vivo.

Beijos