domingo, 17 de janeiro de 2010

"Minha alma breve breve o elemento mais leve na tabela de mendeleiev."


"moinho de versos
movido a vento
em noites de boemia

vai vir o dia
quando tudo que eu diga
seja poesia"

Paulo Leminski

4 comentários:

Hannah disse...

Oi Fê! Deixei um selo pra vc no meu blog http://hannahmayria.blogspot.com/
Parabéns!
bjs

disse...

Obrigada Hannah, fiquei muito feliz. Apareça sempre por aqui!

coração de açúcar disse...

Achei, li, senti e amei....

Renata Magalhães disse...

Que lindo, quanta leveza! Me senti soprada pelo vento ao ler esses versos de Leminski. Perfeitos, assim como seu blog. Encantada!