quarta-feira, 21 de outubro de 2009

"Rio do mistério que seria de mim se me levassem a sério?"


“Andar e pensar um pouco,
que só sei pensar andando.
Três passos, e minhas pernas
já estão pensando.

Aonde vão dar esses passos?
Acima, abaixo?
Além? Ou acaso
se desfazem no vento
sem deixar nenhum traço?”

Paulo Leminski



* Sim, ele era genial!

4 comentários:

Verônica disse...

lindo poema *-*

Taynná =) disse...

Tem um do Leminsk, que amo!!!
'Sossega coração, logo logo a gente goza. Bem pertinho do osso, é que a carne é mais gostosa...'
Não me lembro se era exatamente assim, mas eu tinha uma professora de literatura que sempre falava dele...

Adoro o seu blog!! Beijo!!

disse...

Oi Taynná!

Obrigada pelas visitas, este poema do Leminski é mesmo incrível. Bom... na verdade eu sou suspeita, gosto de toda obra dele. Segue abaixo ele na integra.

"sossegue coração
ainda não é agora
a confusão prossegue
sonhos afora

calma calma
logo mais a gente goza
perto do osso
a carne é mais gostosa"

Alessandro "ARC" disse...

amoow poesia...

linda postagem...