terça-feira, 6 de outubro de 2009

Aos amantes da "arte" chamada poesia!


“Os poemas são pássaros que chegam
não se sabe de onde e pousam
no livro que lês.
Quando fechas o livro, eles alçam vôo
como de um alçapão.
Eles não têm pouso
nem porto
alimentam-se um instante em cada par de mãos
e partem.
E olhas, então, essas tuas mãos vazias,
no maravilhoso espanto de saberes
que o alimento deles já estava em ti.”


Mário Quintana

2 comentários:

Rodrigo Cavaleiro disse...

Será que serve também para a minha poesia?

tem imensa capacidade de fazer-me retornar aqui... e sempre ler...
Aqui eu sigo... aqui se segue...
a sede de ti...

NaNa Caê disse...

sim, são passaros msm.
andorinhas ou urubus.
depende da sensação que nos causam.