sexta-feira, 5 de junho de 2009

"A música foi a grande decisão do homem de abraçar o invisível"


"Dançar é acariciar o vazio"

(Rita Apoena)


Bem assim... desse jeitinho...

"Quando eu cheguei tudo, tudo
Tudo estava virado
Apenas viro me viro
Mas eu mesma viro os olhinhos
Só entro no jogo porque
Estou mesmo depois
Depois de esgotar
O tempo regulamentar
De um lado o olho desaforo
Que diz o meu nariz arrebitado
E não levo para casa
Mas se você vem perto eu vou lá
Eu vou lá
No canto do cisco
No canto do olho
A menina dança
Dentro da menina
Ainda dança
E se você fecha o olho
A menina ainda dança
Dentro da menina
Ainda dança
Até o sol raiar
Até o sol raiar
Até dentro de você nascer
Nascer o que há"

(Moraes Moreira / Galvão)

Novos Baianos também me faz delirar!

Nenhum comentário: