quarta-feira, 20 de maio de 2009

"Tenho amigos tão bonitos. Ninguém suspeita, mas sou uma pessoa muito rica"


"Até o mais seguro dos homens e a mais confiante das mulheres já passaram por um momento de hesitação, por dúvidas enormes e dúvidas mirins, que talvez nem merecessem ser chamadas de dúvidas, de tão pequenas. Vacilos, seria melhor dizer. Devo ir a este jantar, mesmo sabendo que a dona da casa não me conhece bem? Será que tiro o dinheiro do banco e invisto nesta loucura? Devo mandar um e-mail pedindo desculpas pela minha negligência? Nesta hora, precisamos de um empurrãozinho. E é aos empurradores que dedico esta crônica, a todos aqueles que testemunham os titubeios alheios e dizem: vá em frente!

Em tempos em que quase ninguém se olha nos olhos, em que a maioria das pessoas pouco se interessa pelo que não lhe diz respeito, só mesmo agradecendo àqueles que percebem nossas descrenças, indecisões, suspeitas, tudo o que nos paralisa, e gastam um pouco da sua energia conosco, insistindo"

Martha Medeiros



Com carinho para aquelas que eu "empurro" e que me "empurram" sempre... Jú e Mi!



Um comentário:

' a Ana é azeda. disse...

Não há nada como amigos verdadeiros... Tem coisa mais linda que dizer: 'Fulano é meu amigo e confiamos um no outro'...
Importante ser e ter amigos!

beijos :*